Trutas Sítio Forelle

Quando falamos em trutas nos vem à mente imagens de águas cristalinas e geladas que nascem e descem pelas nossas serras. Não é por menos que a truta arco-íris é tão apreciada, já que estas condições, cada vez mais raras, das quais ela depende, também são diretamente responsáveis pelo seu sabor único.

Originário da costa oeste da América do Norte, este salmonídeo foi disseminado pelo mundo adaptando-se inclusive às regiões serranas do Brasil.

Após o curso de engenharia agronômica na ESALQ-USP (www.esalq.usp.br/), com o foco voltado à piscicultura (trutas), sob o olhar atento do Prof. Dr. José Eurico Possebon Cyrino (Zico) que é co-responsável por este desfecho, encontramos um lar embrenhados nas matas da Serra da Mantiqueira, fundando em 1996 o Sítio Forelle Trutas.

leia mais+

História da Truta no Brasil

Os salmonídeos constituem o mais importante grupo de peixes utilizados em projetos de piscicultura desenvolvidos em ambientes de água fria.

Entre as espécies desta família, a truta arco-íris é uma das mais intensamente cultivadas, apresentando populações artificiais em todos os continentes, com exceção da Antártica. A truta arcoíris constitui um modelo experimental extremamente importante, utilizado em muitos centros de pesquisa. Nos Estados Unidos é uma das principais espécies utilizadas em estudos de ecologia, genética, nutrição, patologia e toxicidade. Além disso, em virtude de sua facilidade de adaptação às condições de cativeiro, é provavelmente um dos peixes mais antigos em cultivo, com vistas à alimentação humana, sendo apenas superado pela carpa comum.

leia mais+



Fotos

Vista panorâmica do sítio